Chile

Chegamos no Chile no dia oito de Fevereiro, justo para pegar os nossos filhos no aeroporto em Santiago. Ou seja viajamos sete pessoas na Sprinter desde Santiago até San Carlos, na oitava região. Realmente o motorhome estava meio lotado, mas foi muito gostoso viajar com toda a família.

Fomos ao camping nas Termas de Chillán, e para chegar ao lugar escolhido, a Sprinter precisou mostrar a sua garra subindo uma trilha bastante inclinada. Olha só:

Uma vez instalados, a paisagem e o lugar valem muito a pena. De brinde tem o banho nas piscinas termais.

Depois viajamos até Puerto Montt, no Sul do país. Somente na viagem de ida que o bom tempo permitiu aproveitar a paisagem.

Puerto Montt é a capital da província de Llanquihue e a porta de entrada a para a carretera austral, que está nos nossos planos futuros de viagem.

Olha algumas fotos em Puerto Varas, já choveu de manhã.

Lago Panguipulli

Encontramos vários motorhomes no caminho, num próximo post coloco algumas fotos.

 

 

Argentina

É sempre meio preocupante cruzar a Argentina, principalmente por causa da polícia que costumava pedir dinheiro na maior cara de pau. Por sorte esta vez foi tranquilo; fomos parados em muitos lugares e a maioria deixava passar apos perguntar para onde íamos.

 

A exceção foi a província de Entre Rios, já na entrada um policial nos parou e após pedir e revisar os documentos, falou que estavam faltando “unas fajitas” (fitas refletivas) coladas na frente do carro. Quando mostramos a ele uma lista com os itens obrigatórios e carimbado no consulado da Argentina em Curitiba, liberou sem problema. No próximo povoado a mesma coisa.

sanluis.jpg

A estrada está  muito boa e com pedágios que às  vezes cobram o dobro do valor, por causa da altura da Sprinter. A nossa teoria é  que olham para tua cara e decidem quanto cobrar.

A paisagem entre Mendoza e a fronteira com o Chile é a nossa parte favorita.

 

Na ida entramos por Foz e cruzamos o rio Paraná por Rosario, na volta fizemos quase o mesmo caminho. Só que entramos no Brasil por Uruguaiana. O Google maps manda a ir pela Ruta 127 e passar por Santa Fé, mas a estrada está sem manutenção e em péssimo estado. Olha a rota que fizemos na volta:

mapaargentina

 

 

Foz do Iguaçu

Saimos no dia seis de fevereiro em direção a Foz do Iguaçu. Ficamos no camping Paudimar que está caminho às  cataratas, lugar tranquilo e com uma boa infraestrutura,  recomendo.

img-20170205-wa0055

No dia da visita às cataratas chovia muito muito, mesmo assim a paisagem é maravilhosa. Tivemos que comprar capas de chuva, detalhe, não  tinha para criança,  então Benjamin teve que vestir uma enorme.

img-20170205-wa0039

Na segunda-feira saimos já em direção à Argentina.

Preparando a viagem

Veículo

Esta semana já  troquei oleo e filtros da Sprinter , também  fizemos uma revisão para que esteja tudo certo para viagem mais longa, na Savana, concessionária da Mercedes Benz  em Curitiba.  Felizmente está  tudo ok com a mecânica .

2017-01-29-18-48-14

Também estamos a procura do seguro carta verde para passar pela Argentina. Para o Chile, nos disseram que o seguro deve ser comprado na entrada do país; já entrei nos sites oficiais do governo do Chile e aduanas e não encontrei nenhuma menção à necessidade de contratar um seguro para o veículo.  Chegando lá  veremos.

Dinheiro

Como vamos passar por dois países,  precisamos da moeda para cada país.  Uma forma de viajar com menos cash é  levar um cartão prepago, o nosso é  da Confidence cambio e é  da bandeira Mastercard. O bom é  que carregamos ele com dólares e podemos pagar com ele como débito ou sacar moeda do país nos caixas eletrónicos. Para o saque é  cobrada uma taxa de três a cinco dólares,  depende do banco do saque.

Comida

A idéia é  levar comida fácil e rápida de preparar. Macarrão  e massas em geral são  uma ótima opção,  também não podem faltar feijoada e os legumes à vácuo da Vapza.

Olha como está  a caixa com alguns dos mantimentos:

20170124_132015

E a boa nova é  que o nosso netinho já  andou no motorhome e gostou muito, ate dormiu uma soneca bem gostosa ❤

20170128_154933

Por qual caminho cruzar Argentina

Ainda não decidimos o trajeto que usaremos na nossa viagem. Motivo? Gostaríamos muito de levar nosso genro a conhecer as cataratas de Iguaçu e a data teria que ser nos primeiros dias da viagem, isso nos faria escolher uma rota que entra na Argentina nessa fronteira e, na verdade, achamos a estrada entre Foz do Iguaçu e Santa Fe menos interessante e fica uns cem quilômetros mais longe.

rota2

A segunda opção é deixar Foz para outra vez e seguir direto para sair do Brasil por Uruguaiana. Alguém já fez o caminho por Foz neste ultimo tempo? Como está a estrada?

roteir01.jpg

 

Começamos 2017 com viagem marcada.

No começo de Fevereiro queremos fazer a nossa primeira grande viagem, iremos até o Chile, e ainda com um teste de capacidade porque viajaremos com a nossa filha, seu marido e o nosso netinho de um ano e meio.

Empolgação total, mas também preocupação em que a viagem seja confortável para todos. Por este motivo colocamos o terceiro banco do passageiro na frente e assim mais uma pessoa pode viajar sentada na frente e ver melhor a paisagem.

Preciso providenciar um banquinho/escada para subir na cama, não é muito fácil subir nela porque tem uns noventa centímetros de altura. Pior é quando você não dorme na beirada e vai deitar depois (ou seja eu)

Ainda temos que levantar informações sobre as exigências para o veiculo na Argentina, já tivemos problemas com a policia em outras viagens e por isso vamos tentar pegar um documento oficial no consulado e levar ele junto conosco. Vamos ver se desta vez passamos pelo país sem problemas.

 

Detalhes, detalhes

Continuando com a saga de deixar nosso motorhome perfeito, nos deparamos com o detalhe que a Sprinter é mais larga embaixo e vai afinando na parte superior, como colocamos a máquina de lavar roupa na porta traseira, esta elevou a cama. Ou seja, ficamos com um comprimento menor para deitar.

20160526_131522

A máquina na porta

As janelas que compramos da Celeste, vem com cortina e tela mosquiteiro, um charme só.  Porém esse charme roubava cinco centímetros de cada lado na nossa cama, sobrando somente 1,68 mts. De jeito nenhum conseguimos dormir nesse aperto 😢

As fotos a seguir mostram a janela com o blackout fechado, com a tela mosquiteiro e com as duas para cima; respectivamente:

20160730_135820
20160730_135830

janela-2

A solução que encontramos foi tirar a parte da cortina e ficar somente com a janela e acrescentar cortinas de pano. Não ficou tão bonito e sem a tela mosquiteiro, mas ganhamos dez centímetros para poder esticar as pernas.

janela-sem-blackout